sábado, 25 de janeiro de 2014

De volta ao Clube da Luta


"Aviso: Se você está lendo isso, então isto é para você. Cada segundo perdido lendo este texto inútil é outro segundo a menos da sua vida. Você não tem outras coisas para fazer? A sua vida é tão vazia que você honestamente não consegue pensar numa maneira melhor de vive-la? Ou você fica tão impressionado com a autoridade daqueles que a exercem sobre você? Você lê tudo o que deveria ler? Você pensa tudo o que deveria pensar? Compra tudo o que lhe dizem pra comprar? Saia do seu apartamento. Encontre alguem do sexo oposto. Pare de comprar tanto e se masturbar tanto. Peça demissão. Comece a brigar. Prove que está vivo. Se você não fizer valer pelo seu lado humano você se tornará apenas mais um numero. Você foi avisado."
Fonte:  wikiquote
 
Para todos os efeitos, era o fim da história. Namorando, ou morando junto há quase 4 anos, feliz, bem empregado, com amigos, dívidas, ou como dizia uma amiga da zona sul, um "suburbano adaptado que ensina". Não, não ensinava mais, tratava de só viver. E viver bem. Buscando a espiritualidade, procurando tocar a vida, sem incomodar ninguém. E a vida seguia.

Algo, porém, incomodava. Talvez fosse o treinamento que auto imposto por anos, de seguir o norte da bússola do desejo, de ser fiel ao próprio tesão. Ficara famoso pela frase "Sem tesão não há solução" de Roberto Freire, esse sim um revolucionário.

Fato é que o que começou como uma comichão foi aumentando de intensidade até se tornar quase um desejo incontrolável, um impulso, uma pulsão... testosterona à mil, talvez pela rotina de frequentar a academia 4 vezes por semana e seguir uma dieta rica em carne vermelha. Talvez fosse algo dentro clamando... o homem instintivo no fundo no lago, o João de Ferro que chama o menino na floresta, e matará mil homens insaciavelmente até que o menino o encontre.

Fato é que adiei por meses voltar a escrever. A única coisa que li neste sentido e que me manteve a inspiração foi o ótimo e direto Mode One, que se tornou, daqui para frente, minha bíblia na sedução. Não acredito nem quero saber mais de jogos, de insinuações indiretas, padrões hipnóticos, nenhum rodeio, nenhuma estratégia mental que me distancie de meu desejo e da mulher que me atrai. Uma abordagem direta, honesta, agressiva, sexualizada... é tudo o que quero, é tudo o que me resta, é só o que tenho.

E daqui para frente, manterei um diário de minha incursão no mundo Mode One da abordagem direta e honesta. Meus acertos e fiascos, meus aprendizados e experiências, compartilharei tudo aqui, me rasgarei de alto a baixo em verdade, em tesão, em autenticidade. Já convenci um ou dois amigos a compartilharem essas missões comigo, mas se ninguém vier comigo, eu irei sozinho, e serei fiel ao chamado do homem instintivo que clama dentro de mim, e nem mil soldados irão me deter até que esvazie todo o lago do meu desejo e conquiste meu universo interior.

Esta é uma jornada mítica, visceral e apaixonada em busca de mim mesmo, para não enlouquecer na minha normalidade, na minha vida pacata e cidadã. Aqui é o Clube da Luta, onde recupero minha energia, e onde outros rebeldes se juntam para lutar e permanecer vivos. Nem que tenhamos que explodir uma cidade. Para mim, por ora, basta explodir as paredes internas que me acomodam numa vida normal e tranquila. Bem-vindos ao Clube da Luta.

quarta-feira, 18 de setembro de 2013

Ecoaching - A rejeição é a chave da prosperidade sexual


Lembre-se, você está aprendendo a andar nas habilidades sociais. Tenha paciência com você. Trate-se como seu melhor amigo. Não exija correr quando você ainda está engatinhando. Quando aprender a andar nas habilidades sociais, então poderá correr e voar. Um passo de cada vez.

Como um coach de si mesmo, procure sempre enfocar nos pontos fortes do que está fazendo. Elogie-se por cada pequeno passo.

Outra coisa, não existe isso de interação social  perfeita, ou de que você terá 100% de sucesso em suas interações sociais um dia, quando for um mestre das habilidades sociais e da sedução. Na verdade, você quer evoluir nas suas habilidades sociais, você precisa aprender a encarar numa boa a rejeição e se preparar para elas, porque serão muitas. É NATURAL.

Um lutador de muay thai precisa chutar e arrebentar sua canela inúmeras vezes com muita dor até anestesia-la e vencer. Entende a metáfora?

E, agora muito importante isso, elimine a palavra FRACASSO ou insucesso do seu vocabulário.

A PNL ensina uma coisa muito importante, que não existe erro ou fracasso, apenas FEEDBACK uma lição a ser aprendida. Tudo é resultado e aprendizado. Se você chegou numa mulher e ela foi antipática, agradeça à vida pela lição e aprenda algo com isso.

Não reclame, não julgue, apenas agradeça à vida e a ela (interiormente) porque aquele resultado está te ensinando algo. Neste sentido, ele é positivo. Quando você não obtém o resultado que deseja, mude, seja flexível, faça outra coisa. Aqui vai outro pressuposto da PNL:

Dê uma olhada nos outros pressupostos e medite neles.
http://www.mizuji.com/pressupostos.htm

Significa que no caminho do sucesso há muitos Nãos e Rejeição, você deve se acostumar com isso. É natural, inevitável e, essa é a hora de mudar seu frame, é DESEJÁVEL.

Se a rejeição é a chave da prosperidade sexual, como dizem os autores Copeland e Louis, é porque você aprende com ela, porque é sinal de que você está tomando a iniciativa, e porque a cada vez que você chega e que recebe uma rejeição, isso não é uma rejeição pessoal a você, afinal ela não te conhece, mas é um FEEDBACK de que você pode aprender algo com aquilo.

1. Você permanece autoconfiante mesmo em situações adversas
2. Uma barreira que você encontra é menos um 'NÃO' no caminho inevitável para o 'SIM'
3. Você sempre persegue com determinação o que você quer
4. Você sempre toma a iniciativa
5. A rejeição é a chave da prosperidade sexual
6. Você sempre está em busca de mais um alvo
7. Você está sempre procurando novas oportunidades
8. Você sempre age com um objetivo em mente
9. Você sempre faz a vida funcionar a seu favor
10. Você é o prêmio.
11. Você sempre se coloca na posição de amante, nunca de amigo.
12. Você está sempre disposto a largar um romance ou uma mulher
13. As mulheres sabem que, para você, seduzir e criar romance é natural
14. O amor é um jogo de roleta

(Fonte: Louis e Copeland)

http://giacomogirolamo.blogspot.com.br/2007/05/cdigo-de-tica-do-pua.html

Leia também esse outro post.

http://giacomogirolamo.blogspot.com.br/2012/01/como-desligar-bomba-da-auto-sabotagem.html

Por fim, quero que entenda que você nunca irá controlar o resultado da interação. Ela é sempre, como Copeland e Louis afirmam, um jogo de roleta.

Por que? Porque você tem, no máximo, 50% de controle na interação, que é a sua habilidade social. Isto é, se você for um mestre de sedução, você tem no máximo 50% de controle. Os outros 50% de controle são o livre arbítrio dela. Ela pode ser lésbica. Evangélica. Psicótica. Estar deprimida. Ser fiel e apaixonada pelo namorado. Ser surda. Ser uma chata. Simplesmente não ser programada geneticamente para se sentir atraída por você.

Lembre-se, atração não é uma escolha, ela não escolhe racionalmente rejeitar você, simplesmente ela não sentiu tesão, isso não depende da escolha dela. Ou se ela se sentir atraída, tampouco é uma decisão racional.

Portanto, faça o seu melhor do jogo, seja o melhor que poder, seja seu melhor você, e relaxe, porque você não controla os resultados.

Aprenda com cada interação, e não espere que aquela interação em particular seja bem-sucedida, desapegue-se do resultado.

E divirta-se! SEM TESÃO NÃO HÁ SOLUÇÃO

terça-feira, 26 de março de 2013

Como ter uma autoestima invencível sem me tornar arrogante?



Um assunto que nunca abordamos foi o cuidado para não transformar a auto-estima adquirida de um sedutor em arrogância e/ou machismo. Escrevi este post a pedido do amigo Johny Vice.

Se você realmente se aceita, se ama a você inteiramente, por que diabos ia querer ficar se vangloriando diante dos outros por algumas de suas partes bacanas, tentando compensar com isso suas outras partes menos valorizadas por você e pelos outros?

Na verdade, se você se ama e se aceita, você não está buscando aprovação, amor, aceitação de outras pessoas, nem se comparando com alguém para se sentir melhor ou pior. Você está consciente de que é singular, está bem com você, com suas partes, cada uma delas, você sabe que tem um lado bacana, altruísta, e também um lado egoísta.

Você sabe que tem um santo em você, e também um diabo. Você sabe que tem luz e sombras em você, tem um idólatra, um assassino, um pervertido, um bandido, assim como um cara generoso, paciente, cheio de boas intenções.

Você tem os dois lados, você pode dizer que é os dois, mas eu diria que você não é nenhum dos dois... é algo além, essencialmente... mas isso é outra história, para outro papo. O que sei é que você faria bem em não se apegar a nenhum desses seus lados, mas aceitar que tem os dois, e que vai ter que conviver com ambos pelo resto da vida, gostando ou não.

 Então, se você não pode se livrar de você, é melhor parar de reclamar e ser seu melhor amigo, certo?


E compreender que buscar esse amor fora de você é correr atrás do próprio rabo. Ter várias mulheres não vai tapar esse buraco, ter rios de dinheiro também não. Nem os elogios de amigos pode suprir essa falta. Isso apenas lança luz sobre algumas partes, e esconde as outras que você ainda não aceitou. A decisão de se amar e se aceitar com cada uma de suas partes parte de você. Isso de se amar com todas as partes poderia ser expresso como você sendo o pai ou mãe de vários filhos. Alguns são muito bonitos, valorizados pelos coleguinhas do colégio pela inteligência, força, esperteza, astúcia, beleza... e outros são desajeitados, tímidos, até meio idiotas, dispersivos, distraídos, problemáticos, lentos, confusos, talvez repulsivos, chatos.

Todos sãos seus filhos, todos são partes suas. O que fazer? Mostrar para o mundo apenas os “bonitinhos” e esconder os “patinhos feios”? O que você acharia de pais que fizessem isso com seus filhos? Primeiro você tem que aceitar seus filhos – todas as suas partes – incondicionalmente, como são.

Não ter favoritos, não proteger um e acobertar o outro, mas cuidar de todos, aceitar a todos, ser um pai amoroso e firme de cada um deles. Você não deveria ter favoritos, você deve dar amor incondicional a cada um de seus filhos igualmente– as suas partes: o estudioso, o concentrado, o distraído, o altruísta, o egoísta, o covarde, o corajoso – todos seus filhos. Ser imparcial, ser justo e amoroso com todos.

Por outro lado, nessa imagem do pai e mãe de todas as suas partes, você faria um terrível desserviço a seus filhos se não os educasse, não lhes desse limites, não os disciplinasse. Porque crianças sem disciplina, educação e controle se tornam extremamente insuportáveis e anti-sociais, e deixar suas partes à deriva seria como deixar um jardim sem cuidado, crescendo ao deus-dará, deixando crescer ervas daninhas e coisas assim. Então, se amar de verdade envolve um compromisso de se conhecer e se trabalhar sempre. Então, você sabe que tem um lado fútil, e soberbo, e malvado, e egoísta, e isso faz parte de você, mas aceitar que tem esse lado e que precisa conviver com ele não é tudo.
 

Trata-se de socializar esse lado "negro da força", dar-lhe limites, dizer que está bem de ele ser assim, mas que tem situações em que ele precisa segurar a onda, para não colocar em risco sua vida, seu emprego, seus relacionamentos, e assim por diante.

 E por outro lado, saber que tem outros lados mais valorizados socialmente, como o seu lado esperto, bonachão, generoso, inteligente, competente, e muitos outros, e que isso é maravilhoso, mas que são apenas partes suas, não são tudo o que você é...

Assim, você não cai na armadilha do autoengano de achar que é perfeito e maravilhoso, só para compensar os outros lados de que não gosta. Mas que está bem se orgulhar dos seus filhos quando mandam bem. De se dizer a si mesmo: parabéns, cara, você mandou bem!

Então, com toda essa história de amar e aceitar cada parte sua, trata-se de integrar estas partes, para que consiga chegar a algum lugar na vida para atingir seus objetivos no trabalho, nos relacionamentos, sabendo que para ser feliz e conviver socialmente precisará fazer com que suas partes, todas diferentes e às vezes em conflito, cheguem a um acordo para trabalhar em equipe e viver em sociedade.

Imagine-se como um gerente que herdou uma equipe de empregados que você não pode mandar bem embora, e que depende deles para atingir seus resultados e ser o melhor gerente possível na empresa. E que dentre esses empregados tem o preguiçoso, o trapaceiro, o trabalhador, o estudioso, o altruísta, o egoísta. Bem-vindo à sua empresa: VOCÊ. É seu papel gerenciar suas partes para que façam o trabalho:
conquistar a melhor vida possível para você e os que estão a seu redor. Trata-se, enfim, de assumir o compromisso diário de se esculpir, de se trabalhar, e a cada uma dessas partes, para ter motivos para se amar e se aceitar cada vez mais, sem ter a ilusão de que vai ter apenas as “partes boas” e que irá eliminar as ruins. Mas que pode fazer com que as boas sejam cada vez melhores e as ruins, menos piores, ou pelo menos, saber tirar bom proveito de um mal negócio.

 E como esse trabalho sobre si é para a vida toda, você faria bem em mirar sempre no lado cheio do copo, porque sempre haverá, até morrer, um lado cheio e um lado vazio. Você sempre terá algo para desenvolver, algo para se superar, algo para conquistar. Não seja o pessimista que reclama do que não tem. Você nunca terá tudo. Sempre haverá algo que não fez, que não conquistou, que não aprendeu.

Somos seres incompletos. É melhor ser o otimista que se alegra e comemora o lado cheio do copo, que celebra tudo o que já conquistou, tudo o que já aprendeu. Consciente de que é uma jornada que não tem fim. Por fim, isso significa um trabalho sério de autoconhecimento. De conhecer e aceitar e amar todas as suas partes. 
 

 Para isso, observando cada uma delas sem se apegar, sem ser excessivamente crítico consigo mesmo, como um amigo paciente e persistente de si mesmo, que aprende com os próprios erros e se apóia. E um trabalho de fazer um autoexame constante de suas forças, de seus talentos, de suas virtudes, de seus traços de personalidade, de seus valores, de suas experiências, e de se perguntar: o que tenho de positivo e como posso tornar isso ainda mais positivo, para mim e para o mundo ao meu redor?

 Quem aceita esse desafio não tem motivo nem tempo para ser machista ou arrogante. É um aprendiz otimista e humilde, um escultor de si, encantado com o seu potencial e dos outros, celebrando tornar tudo o que pode ser e de poder ver também o melhor nos outros.

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

E-coach: você não achou o seu no lixo


Bacana você ser direto e honesto quanto ao que sente pela menina - dizer para ela, de cara, logo depois de conhecê-la: "quero te beijar". Mas se quer ser direto, precisa ser assertivo. Sua linguagem corporal e tom de voz devem ser confiantes, positivas, sem hesitação.

Olhe nos olhos e fale com ela firme, cheio de desejo "quero te beijar". Se você for direto, mas hesitante, falar baixo, quase com medo de ela ouvir, não vai funcionar mesmo.

Outra coisa: você simplesmente está demonstrando muito interesse sem ela ter feito nada para merecer isso. Por que ela merece ser beijada? O que ela fez? O que ela tem de especial? O cabelo, os lábios? Dizer apenas que quer beija-la te igua-la a outros cem que também querem beijá-la.

O seu grande mérito é que a maioria não tem culhão para ser direto e honesto, e isso é ponto para você!!!!

Mas ser direto não é suficiente.Embora seja um bom início. Seja
direto, mas seja específico, demonstre interesse PORQUE ela fez algo,
ou tem algo que você valoriza, ALÉM de um corpo bonito e uma gatinha peluda entre as pernas.

Ser direto, honesto e dizer a verdade é fundamental, MAS NÃO PODE SER SÓ ISSO. TENHA CRITÉRIOS. Seja específico no que ela tem de diferente das outras que te interessou.

Afinal, sua atitude é: "eu poderia ter qualquer uma que quisesse, mas escolhi você". O que se passa pela cabeça dela é: POR QUE EU?

ex: "senti vontade te te beijar, depois que você mexeu no cabelo de
uma forma tão sexy que não fui capaz de não ficar mexido. Adoro
mulheres sexy".


ou "senti vontade de te beijar, depois que você me olhou com um olhar
tão angelical, mas, ao mesmo tempo, com um jeito tão sedutor... Isso
me deixa desnorteado".


É bem diferente de dizer simplesmente; "Ei, quero te beijar".

Quanto a dizer para ela algo como "quero te beijar, mas vou te respeitar", não cria tensão sexual, simplesmente soa como desculpa depois de ter sido direto. Melhor seria dizer:

"Quero te beijar, mas nem te conheci direito, não sou assim tão fácil como os carinhas que você está acostumada a lidar..."

Ou: "quero te beijar, mas você vai ter que me fazer uma massagem
maravilhosa primeiro..."


"quero te beijar... mas, onde estou com a cabeça, você tem um jeito
meio lunático, vai que fica pegando no meu pé depois, e se apaixona.
Não gosto de mulher pegajosa".


Demonstre interesse, e depois coloque um Não, um obstáculo divertido para ELA superar. VocÊ não é fácil. E, ademais, ela tem que se esforçar para estar à altura de seus critérios. Você segue seu tesão sempre, mas não achou o seu no lixo.

Mantenha tudo leve e divertido sempre!

terça-feira, 31 de janeiro de 2012

Sedução online: como conversar com meninas tímidas pela internet?


Um cliente pergunta:

Como lidar com meninas lacônicas pela internet?

1. Use a telepatia para criar um papo louco. Você adivinha os pensamentos dela. Isso irá te dar assunto ad infinitum. Use o humor,. diga coisas engraçadas, abuse dos achismos e das suposições. Siga seu feeling sem ter medo de errar. Não precisa acertar, apenas se divertir.

2. Use a erotomania para assumir que ela está interessada. Ela está a fim de você, mas é tímida. Assuma isso.

3. Faça perguntas abertas como retroescavadeira e valorize as pérolas que encontrar.

Fuja de perguntas fechadas. Responda suas próprias perguntas primeiro como modelo.

Ex:

Pergunta aberta: O que você quer da vida? Eu, por exemplo, quero viajar o mundo no meu próprio barco, que nem o Amyr Klink. E vc, qual seu sonho na vida? (você repete a pergunta aberta, de outra forma)

Não pergunte: Você gosta de viajar de barco ? (resposta: sim, não... depende... sei lá).

Se você fizer a pergunta aberta e ela disser "sei lá", responda a pergunta como acima, e se, ao fazer a pergunta de novo, ela dizer "não sei", invente uma resposta maluca, divertida, provocadora para ela. Crie um personagem para ela.

Ex: "eu sinto que você é aquela menina que, no fundo, quer libertar seu lado aventureiro, mas falta alguém para te dar um empurrão. Seu sonho é ir morar na Sibéria, criar focas e construir iglus. De repente poderiamos experimentar passar uns dias por lá. Mas você vai ter que se vestir de gueixa e fazer uns sushis de pingüim para mim depois de uma massagem tântrica.”.

3. Persista até o foda-se ou foda-me. Faça isso até que ela mande você se foder ou se renda. Não desista, a iniciativa de abordar, a persistência de ir até o fim e a liderança de manter o papo interessante é sua.

Especificamente sobre ela dizer que não consegue imaginar o que você está dizendo: ela está mentindo. É claro que ela enxerga, mesmo negando... a não ser que seja oligofrênica e não consiga imaginar nada. Como não deve ser o caso, ela está se fazendo de difícil ou é tímida, mas assuma que ela está a fim de você e esse é o jeito dela.

sexta-feira, 13 de janeiro de 2012

Como reprogramar suas crenças para pensar com um cara de sucesso?


Vemos o mundo através da lente de nossas crenças. A PNL diz que o mapa não é o território, mas as crenças são mapas que filtram o mundo e só permitem que percebamos aquilo que acreditamos existir.

Os psicólogos Daniel Simons e Christopher Chabris, que ensinavam em Harvard, desenvolveram em 1999 um experimento para testar como o cérebro filtra a realidade através da lente de nossas crenças.

Os teste é extremamente simples, e demora apenas 60 segundos. A única coisa que a pessoa testada precisa fazer é observar um grupo passando uma bola de basquete de mão em mão e contar quantas vezes as pessoas vestidas de branco passam a bola.

O vídeo abaixo tem o teste, caso pretenda fazer pare de ler o post agora e assista o vídeo, pois no parágrafo posterior será comentado o teste.

URL: http://www.youtube.com/embed/vJG698U2Mvo?rel=0

Já contou? Não? Não continue lendo até terminar de assistir ao vídeo e contar os passes.

Qual a resposta? 17? 19?21?

Quantas vezes o grupo passou a bola?

Isso não importa muito. Na verdade, enquanto você estava preocupado contando os passes, provavelmente não reparou que um gorila passou lentamente no vídeo, bem diante do seu nariz, sem que você percebesse, fazendo macaquices e VOCÊ NEM VIU!!!!!

Beleza, eu também não percebi, só depois que revi o vídeo, e fiquei estarrecido com a forma como filtramos o mundo para só enxergar o que acreditamos ser verdade...

Entendeu agora???

Quantas gatas passaram em sua frente, dando mole, e você não percebeu porque suas crenças dizem que é impossível, que você não é capaz de seduzir uma supergata, que mulheres lindas só querem caras ricos, famosos e bonitos e bobagens do tipo.

Agora que você já se convenceu do poder das crenças, você me pergunta: Dio, beleza, mas que tipo de crenças posso alimentar e colocar na minha cabeça?

Para isso, me sirvo da psicologia cognitivo comportamental, que mostra que nós temos uma série de crenças centrais, mutias delas inconscientes, relacionadas a nós mesmos, ao mundo, ao futuro e aos outros.

Vamos dar uma olhada nelas, e, depois de compreendê-las, podermos modificá-las. Preparado?


Identifique, na lista abaixo, com que frequência costuma pensar sobre si mesmo como:

Crenças ligadas ao senso do próprio valor

* Não tenho valor
* Sou inaceitável
* Sou mau, louco, derrotado
* Sou um nada mesmo, sou um lixo
* Sou cruel, perigosos, venenoso, maligno
* Não mereço viver
* Sou diferente, indesejável, feio, monótono, não tenho nada a oferecer

Crenças sobre o merecimento do amor dos outros

* Não sou amado, querido, sou negligenciado
* Sempre serei rejeitado, abandonado, sempre estarei sozinho
* Sou diferente, imperfeito, não sou bom o suficiente para ser amado




Crenças sobre competência e autoconfiança

* Sou inadequado, ineficiente, incompetente;
* Eu não consigo me proteger;
* Sou fraco, descontrolado;
* Eu não consigo mudar;
* Eu não tenho atitude;
* Não sou objetivo;
* Sou uma vítima;
* Sou vulnerável, fraco, sem recursos, passível de maus tratos;
* Sou inferior, um fracasso, um perdedor;
* Não sou bom o suficiente;
* Não sou igual aos outros.

Isto é só uma amostra do circo de horrores que muitos de nós costumamos abrigar em nossas mentes, mesmo inconscientemente. Não admira que não consigamos ser grandes sedutores com este mindset...

Tentamos esconder dos outros a imagem horrível que fazemos de nós mesmos...

E como consequência, ficamos tensos, desajeitados, tentamos agradar e obter a aprovação dos outros, o que, no fundo, só faz reforçar as crenças negativas de nossa própria incapacidade e falta de merecimento...

Se nós pensamos assim sobre nós mesmos, como poderemos acreditar que somos capazes de seduzir uma outra pessoa? Precisamos aprender a nos seduzir primeiro...

Para isso, precisamos ACREDITAR, antes de mais nada, QUE È POSSÌVEL MUDAR NOSSAS CRENÇAS.

A boa notícia é que podemos aprender a mudar nossas crenças. A má notícia é que, quanto mais profunda e mais antiga uma crença foi criada - na infância, por exemplo - mais difícil e demorado é reprogramá-la. Mas, com disciplina, esforço e persistência, é possível se desenvolver e revolucionar a própriua vida.

Agora que nos convencemos de que podemos mudar nossas crenças, não sem esforço, vem a próxima crença: você pode mudá-las, mas terá que trabalhar duro. Como?

QUESTIONANDO e duvidando das suas crenças negativas toda vez que elas surgirem em sua mente...

REFORMULANDO a crença negativa de uma forma positiva...

Encontrando EVIDÊNCIAS das novas crenças positivas em situações passadas, que contrariem a crença negativa

Praticando EXAUSTIVAMENTE novos comportamentos consoantes as novas crenças.

Encontre, custe o que custar, provas contrárias a essas crenças. Por exemplo, se abriga a crença de que você é incapaz de seduzir, rastreie no passado situações em que influenciou outras pessoas, seduziu, encantou... ou vá atrás dessas evidências!!!

Outra forma, como eu mencionei no post anterior, é escrever um roteiro cinematográfico narrando sua vida tomando essas crenças positivas como verdadeiras, descrevendo as situações, de forma bem emocional e colorida, de você atuando a partir do pressuposto de que essas crenças são verdadeiras.


Exemplo de crenças positivas para colocar no lugar das negativas? Basta reescrever estas crenças negativas de forma positiva e buscar evidências positivas dessas novas crenças.

Exemplo:

* Não tenho valor = eu sou um cara de grande valor
* Sou inaceitável = sou digno de amor e aceitação
* Sou mau, louco, derrotado = eu sou ótimo, saudável, bem-sucedido
* Sou um nada mesmo, sou um lixo = eu sou ótimo, tenho valor, sou digno de confiança, respeito e amor
* Sou cruel, perigosos, venenoso, maligno = sou um cara com pontos e fracos, e tenho o poder de mudar e estou constantemente melhorando...
* Não mereço viver = eu mereço viver e ser feliz.

* Sou diferente, indesejável, feio, monótono, não tenho nada a oferecer = sou um cara singular, desejável, belo, divertido, tenho muito para contribuir....

Você compreendeu, então, que é possível mudar seu conjunto de crenças para sentir-se melhor, ter uma vida mais saudável e ter os resultados que deseja?

Mas não há almoços grátis. É preciso esforço e disciplina, e sobretudo dedicar bastante tempo, semanas, meses, talvez anos, para reprogramar suas crenças e PRATICAR NOVOS COMPORTAMENTOS consoantes as novas crenças.

Tenha consciência que crenças são como um iceberg - existem aquelas superficiais, mais fáceis de mudar, e outras mais profundas e inconscientes, de mudança mais difícil.

É como descascar uma cebola - você vai de camada em camada, e às vezes você chora...

Espero ter ajudado você a questionar as próprias crenças e a ter esperança e confiança de que é possível reprogramar suas crenças para se tornar a pessoa que deseja ser.

ATENÇÃO. Se você abriga muitas crenças negativas frequentemente e elas têm te colocado para baixo uma boa parte do tempo, você poderia considerar uma terapia, recomendo a cognitivo-comportamental.

Para saber mais, leia sobre crenças no blog http://noranadirsoares.site.med.br/index.asp?PageName=CREN-C7AS-20CENTRAIS

Como desligar a bomba da auto-sabotagem na sedução


Meu cliente comenta sobre o fato de travar simplesmente antes de abordar uma gata. E aí se sente deprimido por ter deixado passar uma oportunidade.

E eu perguntei para ele: "o que vem em sua cabeça quando trava?" Perguntei isso porque, quando travamos em nosso comportamento, geralmente isto está ligado a uma emoção negativa causada por um pensamento automático, de natureza inconsciente, que simplesmente brota em sua cabeça.

Esses pensamentos automáticos geralmente são distorções ou erros cognitivos irracionais, que distorcem nossa percepção da realidade, nos colocando para baixo, nos deixando deprimidos, desanimados, ansiosos, furiosos.

É como a voz de um carinha interno nos sabotando, que nasce do mais profundo de nossas crenças negativas, que filtram a realidade para que só vejamos o "lado negro da força".

Eu respondi para meu cliente:

"Penso que você não está se dando conta de uma multidão de pensamentos automáticos e erros cognitivos que estão te puxando para baixo e te travando.

Você iria ficar aborrecido se uma menina dissesse que você é bonito? O que de pior poderia acontecer? Você achar que a menina está a fim de você. E isto seria algo negativo para ela? No máximo, você poderia achar que ela é "fácil". Mas ficaria envaidecido com o elogio dela.

A mesma coisa acontece com a menina. Quando você é direto e a elogia, primeiro, ela fica envaidecida. Segundo, ela te admira, porque nem tudo mundo tem a coragem e a iniciativa de fazê-lo, só um homem corajoso e ousado.

E, terceiro, pode até ser que ela ache "ele só quer me comer, como os outros". Ok, você é um homem, tem desejos e quer comê-la. Meu Deus, o que isto tem de mau? Assuma seus desejos com orgulho, não tenha vergonha deles. No máximo, ser direto pode assustar a menina, fazê-la ficar na defensiva, mas se você não for ofensivo, ela sempre irá se sentir o máximo. E você, terá sido honesto e direto em seu desejo masculino.

Então, não tem que se desculpar e se sentir errado por abordar.

Existe um pensamento automático distorcido chamado “previsão do futuro”: você pensa “ela pode me olhar torto. Ela irá estranhar... Ela irá me rejeitar”. Isso é uma inferência absurda! Você não tem bola de cristal! Você não adivinha futuro nem lê pensamentos. Você nunca saberá o que vai acontecer até ARRISCAR E FAZER.

E pior, você usa a maximização do negativo: não apenas você acha que lê pensamentos e adivinha as reações futuras dela, como COM CERTEZA era irá olhar torto e rejeitar você.

Por que ela não poderia meramente sorrir e dizer obrigado, que é a reação natural quando recebemos um elogio sincero? Você infere! e o que é pior: infere CONTRA você mesmo, negativamente.

Se quer adivinhar o futuro e ler pensamentos, pelo menos distorça a realidade a seu favor, como um erotomaníaco: “ela quer me dar, ela está a fim de mim, ela é tímida e está se fazendo de difícil, mas no fundo está doida por mim!!!!”

Outra distorção cognitiva: você catastrofiza a rejeição, como se isso fosse a pior coisa do mundo e o mundo fosse acabar porque ela PODERIA te rejeitar. E veja, você nem abriu a boca ainda!!!! Tudo é apenas distorção e inferências arbitrárias e IRRACIONAIS de sua mente.

Meu Deus, se ela rejeitar você, na verdade estará rejeitando apenas sua abordagem, porque ela nem te conhece e nunca mais vai te ver... por que dá tanto valor a alguém que nem te conhece? Você precisa entender que a rejeição é a chave da prosperidade sexual. Rejeição é apenas um degrau necessário no caminho do sucesso inevitável.

Se você quer ter sucesso com mulheres, precisa aprender a conviver com a rejeição, encará-la como lição, fazer pouco caso, se divertir e se desapegar dela.

Dar valor excessivo à rejeição, do que “ela irá pensar de você se você abordar”., do que “os outros irão pensar se você levar um fora”, tudo isso é um grande exagero, tempestade em copo d´água, uma distorção cognitiva chamada “ CATASTROFIZAÇÃO”.

Você comenta sobre essa pressão em sua cabeça, essa autocobrança por abordar meninas gatas, que está te deixando ansioso. É bacana essa pulsão para abordar. Eu sou conhecido como uma approach machine, mas mesmo eu me policio para que isso não vire um dever, sempre um prazer e uma escolha, jamais uma obrigação.

Você pode abordar sempre que quiser e poder. Jamais porque DEVERIA ABORDAR...

Se abordar virar uma cobrança, vira TENSÃO, e adeus TESÃO, porque tesão e tensão são opostos. Para abordar, você precisa estar relaxado....

Abordar como um dever se enquadra na categoria de uma distorção cognitiva chamada de "ditatura dos deveria".

"Eu DEVERIA abordar aquela menina. Eu DEVERIA ser mais sedutor. Eu DEVERIA isso... eu DEVERIA aquilo..."

Essa cobrança pelo que você DEVERIA fazer te tira da naturalidade, te deixa tenso.

Então, ao invés do DEVERIA, simplesmente SINTA se você sente TESÃO pela menina.

Se o tesão estiver ali, simplesmente faça algo a respeito, sem racionalizar, sem DEVERIAS ou DESCULPAS. Aborde, se tiver a oportunidade, se quiser, se puder, nunca porque deveria fazê-lo.

Fique alerta ao pensamento automático do DEVERIA, pois TESÃO não combina com DEVER. Você pode abordar, você quer abordar, mas você jamais DEVE abordar, porque abordar uma mulher é uma iniciativa de prazer e desejo e tesão, não de dever e obrigação.

Todos esses erros congnitivos se chamam DISTORÇÃO COGNITIVA!!!! É essa
distorção que você tem que ter clareza de identificar e enfrentar.

A distorção cognitiva gera uma emoção negativa, que te bloqueia e te impede de agir. Consciente delas, você pode desarmar essa bomba de auto-sabotagem e fazer os pensamentos automáticos trabalharem a SEU FAVOR.

Outro problema é o excesso de autocobrança e de expectativa. É fato que "abordar de qualquer jeito", de forma desastrada e inabilidosa, pode diminuir as suas chances de sucesso com uma mulher...

Mas é NATURAL que no início qualquer praticante de uma nova habilidade e arte você estará agindo de forma desajeitada. FAZ PARTE!!!! Isso acontece na dança, na natação, e, sobretudo, numa habilidade social como sedução.

Ficar mestre nesta arte é questão de HORAS, DIAS, ANOS de treinamento intensivo para dominar uma habilidade social complexa, você não precisa se sentir culpado por não ter desenvolvido ainda todas as habilidades necessárias para seduzir e se relacionar com mulheres e de liderar grupos em poucos dias!!!!

EXCESSO DE EXPECTATIVA E AUTOCOBRANÇA PODEM SABOTAR SEU APRENDIZADO.

Por que se culparia de não tocar violão como o Baden Powell se você nem começou a treinar? Coloque como expectativa dedilhar algumas cordas e tirar alguns acordes de cada vez. Dê um passo de cada vez. Diminua o nível de expectativa.

Você está aprendendo uma nova habilidade e arte. Não se cobre tanto. Desapegue-se dos resultados, e eles virão, com treino e esforço direcionados corretamente.

Não há milagres nem almoços grátis. Apenas treinamento e aprendizado. E ria de si mesmo quando cair e tropeçar... o que não te mata te fortalece!

Desapegue de resultados. Isso deveria ser um mantra para você. Então, você me pergunta, vou me apegar a que???

Ao tesão, à diversão e a aprender sempre...

Foque nas coisas que te dão tesão. Divirta-se com o processo. Aprenda
sempre,com cada erro, acerto, experiência. Encare tudo como lição e aprendizado.

Desligue o botão da expectativa de resultado.

Mas se você não começar e treinar, caindo, você nunca terá uma curva de aprendizado. Se você não começar de forma desajeitada, não terá a experiência de saber o que dá certo ou não.

Penso que você precisa trabalhar seu relaxamento!

Preste atenção na sua respiração. Você conhece alguma técnica de relaxamento e meditação? Penso que é urgente você começar a trabalhar esse relaxamento todo dia..."

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

E-coach sobre como aumentar o seu tesão pela vida


Em seguida, compartilho o meu bloco de notas sobre um coaching com um cliente cujo foco era ser menos tenso, mais relaxado, com mais tesão pela vida.

Aumente o Tesão x diminua a tensão> - Tesão combina com relaxamento, tensão é o oposto do tesão. A única tensão que conduz ao tesão é a tensão sexual, quando você joga com os obstáculos e imagens mentais sensuais para aumentar o tesão da garota.

Aceite e tire proveito da Sombra - no afã de seguir o tesão e se desenvolver, não pense que é possível negar o seu lado "sombra". não há como negá-la, matá-la. Se existe luz, existe sombra.

É necessário conviver com ela, aceitá-la, tirar proveito do mal negócio. Se a vida é uma merda, venda papel higiênico e fique rico, pare de reclamar e tire proveito disso. Se existe muito lixo e merda em você, abra uma indústria de reciclagem e lixo orgânico. É disso que se trata, de reciclar o lixo em você.

É preciso, como os alquimistas sabem fazer, sublimar, transmutar, usar a "merda" como adubo do crescimento, transformar as emoções negativas em força, mudar o sinal. (Exemplo: Se sente raiva, aproveite a força da raiva para fazer algo construtivo, como mudar de vida)


Quando uma emoção negativa é muito intensa no coração ou cabeça, aterre-a no chão, como se você fosse um pára-raio e estivesse jogando fora aquele excesso de energia. imagine que seus pés são raízes de uma árvore, em seguida jogue a energia quente no chão e puxe do solo, da "mãe terra",a e energia fria da terra, como se fosse a "ventoinha" do motor do carro ou o "cooler" do computador, para resfriar as emoções.

Exercícios de aumento do tesão

- Siga a bússola do desejo, do tesão em tudo o que fizer essa semana. Isso vale para mulheres, comida, esportes, viagens, passatempos, etc. Se sente vontade de fazer, faça. Lute pelo seu desejo. Persista até conseguir.

Quanto mais você segue o tesão, mais seu corpo e o Universo irão conspirar a seu favor. Quanto mais você nega seu tesão e se afasta das coisas e pessoas que te dão prazer, mais você vai morrendo aos poucos. Portanto, siga o tesão, e lute por ele, e o seu corpo irá te dar testosterona e estamina em dose extra, e o Universo irá te dar mais oportunidades.

Disse Richard Bach: "Nunca te dão um desejo sem te darem também o poder de realizá-lo. Porém, você terá que trabalhar e lutar por ele."

Não vale se masturbar, é desperdício de energia. Se for se masturbar,
pode usar o truque de Stalin: se masturbar e parar antes de gozar,
isso deixa você cheio de tesão e "estamina".

- Abordar as mulheres que dão tesão, ser direto, honesto, sincero.
Dizer o que sente, algo como "Isso (algo) em você mexeu comigo e
fiquei curioso para saber mais..." Simples e direto assim, sem grandes malabarismos mentais que te distanciam do corpo e te prendem num estado mental e racional que te apaga o tesão e o desejo.

- Exercício da Máquina do tempo - Lembre de situações em que sentiu tesão e sentir novamente, imaginando entrar na máquina do tempo e viver novamente as
emoções, com a mesma intensidade.

Quando estiver no auge do "tesão", toque em uma parte do corpo para ancorar. Fazer isso até poder tocar na "âncora" e sentir o tesão, sem precisar lembrar de nada.

- Escreva 10 histórias de quando sentiu muito "tesão", que não sejam situações de tesão sexual propriamente dito. Serve histórias sobre música, comida, amigos, viagens, etc. Use essas histórias durante suas conversas sociais.

- Conte essas 10 histórias para 10 pessoas, uma para cada uma. Aprenda a narrar essas histórias com tesão e emoção.

- Leia o livro do Roberto Freire, "Sem tesão não há solução". E siga esse lema. Sem tesão não há sedução.

- Pratique o relaxamento e o desapego quanto aos resultados. Ao invés
do foco em resultados, focar na diversão e no aprendizado. Para relaxar o corpo, respirar profundamente, enrijecer e depois soltar cada músculo do corpo.

-" Diversão é algo diverso em overdose" - diversão é sinônimo de diversidade, de fazer algo diferente sempre. Experimente. Tente. Arrisque. Mude o caminho de ir para o trabalho e voltar para casa. Ouse provar um prato diferente, uma bebida diversa, uma música que nunca ouviu, um tipo de filme a que não está acostumado, falar com um tipo de pessoa que não falaria.


Tudo o que é diverso é divertido, tudo o que repete acaba ficando chato.

-Não insista, persista - ao invés de fazer o mesmo quando errar,
fazer diferente, cometer erros diferentes, isso é aprender. Ser
flexível, criativo, inventar novas abordagens e estratégias.



- Seja um Conquistador - lute pelo desejo até o fim É o que tinham em comum Casanova, Alexandre o Grande e todos os conquistadores de mulheres e do mundo. Eles seguiam seu tesão com persistência, garra e luta até conseguir o que desejavam, não desistiam. Quando disseram a Lênin que suas idéias estavam fora da realidade, ele simplesmente respondeu: "muito pior para a realidade!"

-Aprender é se autodesenvolver - tirar as amarras que envolvem você e liberar seu poder interno - desperte e desenvolva a luz, a força, o poder interno, seus os recursos internos, o seu SOL (inclusive da testosterona e das suas crenças), aproveitando as sombras, não as negando, mas as aceitando.

Chame essa luz interna de Deus, Inconsciente, Cósmico, Poder Pessoal, Espírito, Atma, Superalma, você precisa acreditar que existe Algo ou Alguém dentro de você, maior que seu ego, maior que você mesmo, com um poder infinito para trazer para sua vida o que deseja, desde que esteja em harmonia com o Universo e as pessoas ao redor.

- Perguntas diante do "fracasso": antes de mais nada, não existe fracasso, apenas uma lição e uma diversão. As questões diante do "erro" são: como posso me divertir com isso? Como posso fazer isso diferente (diverso/divertido)? Como posso aprender com isso?



Toda vez que achar que fracassou, leia "O Manifesto do Fracasso", da US.

http://www.usconsultoriasocial.com.br/2011/08/16/manifesto-eu-amo-o-fracasso/

E assista ao o vídeo do Michael Jordan sobre o "fracasso". www.youtube.com/watch?v=SckciQwdIkc

Abraço

Dio

Integral Life Coaching

Coaching em desenvolvimento pessoal, carisma e sedução natural


- Desenvolva suas habilidades sociais, carisma e sedução

- Fortaleça sua autoestima e autoconfiança

- Supere a timidez e outros bloqueios sociais e de relacionamentos

- Torne-se líder em seus relacionamentos e trabalho

- Gerencie melhor sua vida em todos os aspectos: carreira, personalidade, relacionamentos, no seu eu físico, espiritual, mental e emocional


Coaching com psicólogo especialista em Dinâmica de Grupos, Master em Programação Neurolinguística, Hipnoterapeuta ericksoniano


Pré-coaching a distância (sessões por e-mail e skype)

Sessões presenciais de coaching usando técnicas avançadas de Psicologia, PNL e Hipnose

Treino presencial "em campo" de novos comportamentos e habilidades sociais e de sedução

Pós-coaching - a distância (por e-mail e skype)


Comece seu LIFE COACHING agora. giacomo.girolamo@gmail.com

skype: giacomodioniso


WORKSHOP DE SEDUÇÃO PARA HOMENS E MULHERES

Workshop - Grupos de 4 pessoas ou one-to-one (seduction personal trainer)

Um Workshop da US Lifestyle é a melhor consultoria disponível no Brasil para você que quer aumentar significativamente sua habilidade de conquista e relacionamentos com o sexo oposto, seja você homem ou mulher, e quer que isso aconteça sendo assessorado por um especialista.

Para homens
Nossos instrutores são treinados para te colocar em contato real com mulheres em shoppings, bares e boates, ensinar-lhe nosso método de maneira fácil, corrigir seus erros e te dar demonstrações ao vivo das técnicas ensinadas.

O Workshop contém de 2 a 3 treinamentos em baladas de 4 a 5 horas cada e 2 seminário de 4 horas cada. A US Lifestyle ministra regularmente Workshops em todo Brasil e Europa. Por isso, fique atento à nossa agenda, logo poderemos estar em sua cidade.

Para mulheres
Pela primeira vez, dois homens e uma mulher, especialistas em sedução e relacionamentos, revelam todos os segredos de como conquistar o coração de um homem.

Você não apenas será capaz de fazer o homem de seus sonhos se apaixonar por você, mas como manter um relacionamento duradouro com ele.

Você também saberá identificar o seu estilo mais eficaz de sedução, a evitar os comportamentos anti-sedutores, a conhecer os tipos de homens e qual melhor abordagem para cada um.

Há também vivências e dinâmicas interativas para praticar cada etapa.

Locais: Rio de Janeiro e em São Paulo

Para saber mais, entre em contato com giacomo.girolamo@gmail.com
http://www.universidadedaseducao.com/http://universidadedaseducao.blogspot.com/

Participe da Comunidade Brasileira de Natural Game